Após 50 dias de estiagem, chuva traz otimismo à agricultura

02/10/2017 - 16:45

A chuva de sexta-feira e de domingo reacendeu a esperança dos agricultores. Na sexta-feira, dia 29, foram registrados 45 milímetros de chuva em Boa Vista da Aparecida e ontem, domingo, dia 1º foram 15 milímetros.

Como no mês de outubro a expectativa é de que a chuva a volte a normalidade, ela propiciou o início do plantio da soja, que normalmente se inicia no dia 1º de outubro. Vale lembrar que a soja é a principal cultura do município.

As perdas com a estiagem foram principalmente no milho silagem, onde vai refletir na produção leiteira, uma perda inicial de produtividade em 30%. No feijão a perda com a seca foi mais de 50% e para o gado de corte, como não houve brotação do pasto por causa da estiagem, os animais não tiveram pasto para se alimentar e com isso perderam peso e o produtor se obrigou a utilizar silagem estocada para outros períodos ou precisou comprar rações para seus animais.

“Essa chuva representa a volta da normalidade no mês de outubro. A soja tem início do plantio em outubro, e é a principal cultura de Boa Vista e vai entrar a todo vapor, graças a essa chuva. Com a estiagem tivemos perda no milho silagem e na cultura do feijão, a perda desse milho silagem significa o encarecimento da produção leiteira, na cultura do feijão a perda foi altíssima, cerca de 50%, e no gado de corte temos as perdas representadas principalmente pelo atraso da brotação devido a estiagem e com esse atraso foram utilizados artifícios como compra de rações encarecendo esse gado, ou utilização de silagem que estava armazenada para outros períodos”, explica Sphor.

imagens