Paraná confirma R$ 1,5 bilhão para as rodovias estaduais

26/06/2018 - 19:27
Rodovias estaduais têm recebido melhorias ao longo dos últimos anos Rodovias estaduais têm recebido melhorias ao longo dos últimos anos Foto: AEN/Pr

A governadora Cida Borghetti autorizou investimentos de R$ 1,5 bilhão, com recursos públicos, para o Programa Estadual de Recuperação e Conservação de Estradas. Cida enfatizou que é o maior programa de melhorias de rodovias da história do Paraná.

Até 2020, os 12 mil quilômetros de rodovias estaduais, em 340 municípios, passarão por obras. Em evento realizado no Palácio Iguaçu, Cida assinou as ordens de serviço para os subprogramas de conservação e pavimentação e de recuperação descontínua com melhoria do estado do pavimento. Além disso, há os serviços de conservação da faixa de domínio, já com licitação em curso. O valor é de R$ 477 milhões, o que eleva o investimento total para R$ 2 bilhões.

A governadora disse que o programa vai ampliar a segurança nas estradas e melhorar ligações importantes de todas as regiões do Paraná. “Isso representa mais desenvolvimento e mais qualidade de vida a toda a população paranaense. Este grande montante, de R$ 1,5 bilhão, será de responsabilidade integral do Estado. Os municípios e os cidadãos não vão gastar um centavo a mais para trafegar em estradas de mais qualidade”, destacou.

LICITAÇÕES – Os procedimentos licitatórios de conservação e pavimentação foram lançados em março de 2017, porém o expressivo número de recursos administrativos e ações judiciais (mandados de segurança) atrasou o cronograma de início dos serviços. O preço máximo previsto nos editais dos programas era de R$ 2,3 bilhões.

Os serviços nos quase 12 mil quilômetros de malha rodoviária paranaense foram licitados por R$ 1,5 bilhão, distribuídos da seguinte forma: R$ 777,3 milhões do subprograma de conservação e pavimentação e R$ 741,8 milhões do subprograma de recuperação descontínua com melhoria do estado do pavimento.

São 15 lotes de recuperação descontínua com melhoria do estado do pavimento, com extensão total de 4,1 mil quilômetros, e 18 lotes de conservação e pavimentação, que contemplam 6 mil quilômetros das estradas estaduais.

DOMÍNIO – Além das obras destes dois subprogramas, foram lançadas em maio as licitações referentes aos serviços de conservação da faixa de domínio, como limpeza e roçada, com teto de R$ 477 milhões, também para os próximos três anos.

As propostas de preços foram abertas na primeira quinzena de junho e estão em análise pela comissão de licitação. A próxima etapa será a abertura dos documentos de habilitação, para verificar se os concorrentes atendem aos requisitos do edital.

PROGRAMA FOI CRIADO EM 2012 COMO MODELO DE GESTÃO

O Programa Estadual de Recuperação e Conservação de Estradas Pavimentadas foi criado em 2012 pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) como um modelo de gestão de conservação, que evita a degradação da malha rodoviária. O PERC é composto por três subprogramas:

Conservação de Pavimentos (COP) – Prevê a execução dos serviços necessários para conservação rotineira do pavimento como reparos superficiais (tapa-buracos e reparos de superfícies altamente trincadas) e remendos profundos (pavimentos com deficiência estrutural de base e capa de rolamento). Os reparos são realizados de forma localizada e descontínua nos segmentos mais críticos.

Conservação e Recuperação Descontínua com Melhoria do Estado do Pavimento (Cremep) – Prevê a execução dos serviços de conservação rotineira assim como o COP, além da recuperação descontínua do pavimento nos segmentos mais degradados, principalmente de rodovias que exercem a função de corredores de transporte regionais ou estaduais. Os principais serviços contemplados neste subprograma são tapa-buracos, remendos superficiais e profundos, micro revestimentos asfálticos, reperfilamentos recapeamento e sinalização horizontal.

FAIXA DE DOMÍNIO – Consiste na execução de serviços de conservação dos elementos rodoviários da faixa de domínio como: roçada da vegetação, remoção de lixo e resíduos, limpeza de valetas e bueiros, limpeza e pintura de meios-fios, pontes e pontos de ônibus, além do reparo das placas de sinalização.

imagens