Rússia é um dos principais destinos do Porto de Paranaguá

29/06/2018 - 12:58
Navio de bandeira russa atracado no Porto de Paranaguá Navio de bandeira russa atracado no Porto de Paranaguá

Neste ano, os olhos do mundo todo se voltam à Rússia. Mas, para a economia paranaense, a sede da Copa do Mundo 2018 vem representando uma influência significativa há bastante tempo. De acordo com dados divulgados pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), o país está entre os 20 principais destinos de exportação e é o 2º no ranking de origens dos produtos importados, puxado pelo fertilizante.

O relatório divulgado nesta semana considera os registros dos três últimos anos. Anualmente, são movimentadas cerca de 2,2 milhões de toneladas de cargas recebidas ou enviadas da/para a Rússia pelo Porto de Paranaguá – em um trajeto que dura de 20 a 23 dias. Isso representa a aproximadamente 5% de tudo o que passa pelos terminais paranaenses.

PRINCIPAIS PRODUTOS – A importação é a principal responsável pelo número expressivo, com uma média anual de 1,7 milhão de toneladas que chegam da Rússia. Os produtos mais importados são fertilizantes e óleo diesel. Já a média de exportação para o país por ano é igual a 500 mil toneladas, sendo o açúcar e a soja as principais mercadorias.

REFERÊNCIA NO BRASIL – Para o diretor da Appa, Lourenço Fregonese, a capacidade de operar cargas de naturezas diversificadas é um dos principais aspectos que levam à escolha do Porto de Paranaguá para operações de exportação e importação de diferentes lugares do mundo. “Atualmente, exportamos mercadorias para mais de 200 países e importamos de mais de 150. Acompanhando a realidade global e as demandas do mercado internacional, preparamos o porto paranaense para movimentar diferentes tipos de carga e isso tem sido um diferencial”, diz.

Nos últimos sete anos, foram investidos no porto paranaense mais de R$ 650 milhões, o que ampliou a capacidade operacional portuária, em volume e diversificação de produtos.

imagens