Ex-secretário Wanderley Faust é citado na operação Rádio Patrulha

21/09/2018 - 10:59
O ex-secretário Wanderley Faust teria recebido 25 Montanas e uma S 10 O ex-secretário Wanderley Faust teria recebido 25 Montanas e uma S 10

Alvo da Operação Rádio Patrulha, o ex-secretário especial de Assuntos Estratégicos no Governo do Paraná, Edson Casagrande, teria comprado o silêncio de ex-secretário municipal de Cascavel, possível delator da fraude na licitação do programa Patrulha do Campo.

A revelação consta de reportagem do jornal Gazeta do Povo baseada em depoimento de Altair Blasius, que procurou o MP-PR (Ministério Público do Paraná) em dezembro de 2014 para denunciar a fraude no processo licitatório, realizado pelo Governo do Paraná entre o final de 2011 e início de 2012.

Morador de Nova Prata do Iguaçu, Blasius revelou ao MP que a empresa Terra Brasil Terraplanagem Ltda, que acabou vencedora de um dos três lotes da licitação do programa Patrulha do Campo, já "tinha ido à falência" quando foi chamada por Casagrande, então secretário de Beto Richa, para participar da concorrência. Donos da empresa, os irmãos Emerson Savanhago e Robison Savanhago teriam recebido dinheiro de Casagrande para "manter a empresa em funcionamento".

WANDERLEY FAUST

De acordo com a Gazeta, Blasius explicou ao MP que o empresário Wanderley Faust, então secretário de Esportes de Cascavel, foi quem apresentou Casagrande aos irmãos Savanhago. E que, por isso, também seria beneficiado, ficando com 10% do faturamento da Terra Brasil. Faust, contudo, teria sido posteriormente excluído do negócio, e passado a ameaçar o grupo, disposto a delatar o esquema. Para ficar calado, ainda segundo Blasius, Casagrande deu ao ex-secretário cascavelense "25 camionetes Montana e uma camionete S10".

A declaração de Blasius gerou, em setembro de 2015, a abertura de um inquérito civil, ainda não concluído.

OUTRO LADO

Procurado pela Gazeta do Povo na quarta-feira (19), Wanderley Faust rechaçou as declarações de Blasius. O ex-secretário cascavelense confirmou que conhece tanto Casagrande quanto os irmãos Savanhago, mas negou que tenha participado de qualquer fraude.

Faust explicou também que já teve uma empresa de locação de veículos no passado. E que chegou a alugar veículos para a Terra Brasil, apenas. Ele também negou que tenha recebido camionetes de Casagrande para ficar calado. Faust disse ainda que Blasius é um "desqualificado mentiroso" e que nunca foi chamado pelo MP para prestar esclarecimentos.

Leia em https://www.alertaparana.com.br/noticia/2091/nome-de-exsecretario-de-cascavel-e-citado-na-operacao-radio-patrulha

imagens