Famílias do incêndio do Interlagos reservam as doações arrecadadas pelos cascavelenses

31/07/2020 - 18:11

Após o incêndio de grandes proporções que destruiu o lar de famílias do bairro Interlagos, em Cascavel, deixando cerca de 30 desabrigados, uma rede de solidariedade se espalhou pela cidade.

Comovidos com a situação, os cascavelenses fizeram inúmeras doações às famílias, gerando uma arrecadação impressionante com mais de 50 mil peças de roupas, mais de 300 cestas básicas, entre outros itens essenciais para ajudar quem perdeu tudo a reconstruir a vida.

Nesta sexta-feira (31), as famílias participaram de uma espécie de seleção dos donativos. Cada item foi reservado com o nome da família e ficará guardado no salão dentro do Parque de Exposições Celso Garcia Cid. Os bens serão entregues a eles quando as 15 casas que a Cohavel (Companhia Habitacional de Cascavel) construir, no Loteamento Favo de Mel, com o Fundo Municipal de Habitação, estiverem prontas.

Conforme a presidente de honra do Provopar, Fabíola Paranhos, a ação foi motivada para dar transparência na entrega das doações. Além disso, todos os bens foram testados para garantir que nenhuma família fosse prejudicada com um item que não funcionasse. Em alguns caos, houve até sorteio.

Segundo ela, as próprias famílias já anunciavam quando não precisavam de algo, para dar a vez a alguém que precisasse mais. “É uma demonstração da grandiosidade deles. Eu até falei para eles que nossos planos são diferentes do plano de Deus, mas os planos de Deus são muito melhores. Eles serão abençoados com móveis e coisas que até nunca tiveram em casa. O que posso dizer é que estamos muito agradecidos a todas as pessoas que doaram”, enfatiza Fabíola.

No salão, as famílias puderam selecionar geladeiras, fogões, máquinas de lavar, camas, colchões, roupas de cama, armários e entre outros.

Para a dona Cecília Alves dos Santos, de 67 anos, que teve a casa toda tomada pelas chamas, os donativos trouxeram um alívio. “Eu fiquei muito feliz com essas doações, me deram tranquilidade. Isso vai me ajudar muito, porque eu perdi tudo”, conta.

Dona Maria Idalina Meira teve a casa totalmente destruída, ficando apenas com a roupa do corpo e a vontade de logo deixar essa tragédia para trás, se sente agradecida. “Tudo isso vai ajudar bastante, vai fazer a diferença na minha vida nesse momento tão triste”.

Como a mobilização dos cascavelenses resultou em um significativo volume de doações, os donativos que sobrarem serão distribuídos para outras famílias de Cascavel que também se encontram numa situação de vulnerabilidade. Assim, a roda da solidariedade continua a girar.

imagens
  • cascavel 2