Residentes do Serviço Social de Cascavel são destaques no Portal da Inovação do Ministério da Saúde

07/08/2020 - 16:17

Nesta semana, a estratégia de atendimento à população via Call Center (3096-9090) foi destaque no Portal da Inovação do Ministério da Saúde. Residentes da área do Serviço Social relataram à plataforma APSREDES.ORG - Portal da Inovação na Gestão do SUS - a implantação de ferramentas digitais para o atendimento e monitoramento dos pacientes atendidos pelo Call Center, criado exclusivamente para orientar sobre sintomas relacionados à Covid-19.

O Portal da Inovação na Gestão é uma ferramenta de gestão do conhecimento desenvolvida pela OPAS/OMS Brasil, em parceria com Ministério da Saúde, e conta com colaboradores como Conass, Conselho Nacional de Saúde e ANS.

É um espaço virtual dedicado aos gestores do SUS, trabalhadores da saúde e atores interessados nos conhecimentos produzidos e divulgados no Portal. O objetivo é proporcionar conhecimentos organizados e sistematizados sobre os desafios dos serviços e sistemas de saúde.

Os residentes do Serviço Social são acompanhados pela Escola de Saúde Pública da Secretaria Municipal de Saúde, através dos seus preceptores e tutores. Além deles, residentes da equipe multiprofissional (enfermagem e odontologia), e residência médica também integram as ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde nas unidades, UPAS e serviços.

As residentes do Serviço Social: Rafaela Morais, Caroline Roemer, Christiani Bortoloto Lopes e Isabela Mannes compartilharam no Portal da Inovação na Gestão do SUS, a experiência de auxiliar o Call Center Covid-19 do município.

O relato das residentes está entre centenas de trabalhos que concorrem ao Prêmio APS Forte no SUS - no Combate à Pandemia, que vai funcionar da seguinte forma:

Intercâmbio de Experiências - divulgação imediata das práticas inovadoras adotadas na APS nos sites das instituições parceiras e realização de debates virtuais;

Experiências bem-sucedidas

Prêmio APS Forte no SUS - após a pandemia, em momento oportuno para as equipes da APS, o Ministério da Saúde e a OPAS/MS promoverão a seleção e o reconhecimento público das experiências bem-sucedidas.

“Os residentes foram realocados para Secretaria de Saúde para o teleatendimento (call center) que funciona, das 7h às 22h, em turnos de 6h (com revezamento dos profissionais). Inicialmente era um call center com foco no atendimento de casos suspeitos de Covid-19 para evitar o contágio da população e fazer o manejo adequado dos pacientes. Porém, os assistentes sociais perceberam que a população ficou sem orientação e sem realizar procedimentos já encaminhados antes da pandemia. Mais três call centers foram criados para atender outras demandas como: encaminhamento da consulta médica, renovação de receita, retirada de medicamentos especiais, vacinação, acompanhamento de saúde mental, atendimento às gestantes, aos usuários com doenças crônicas, pacientes com suspeita de dengue, etc”, explica Rafaela Moraes.

Os residentes organizaram o fluxo de trabalho e usaram ferramentas para otimizar as atividades por meio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), visando sistematizar os dados clínicos, facilitar o acesso às informações dos casos acompanhados via teleatendimento e auxiliar os usuários no acesso às demandas sociais apresentadas. Entre as ferramentas utilizadas estão teleatendimento, contato via WhatsApp, planilha do Google Drive (com dados da ficha de monitoramento e notificação dos usuários para que todos os profissionais de saúde, em qualquer UBS, tenham acesso) e CamScanner.

“Considero a experiência inovadora, porque foi desenvolvida de forma emergencial, e mostrou que é possível, através da tecnologia, melhorar a qualidade do atendimento. Conseguimos dar resposta rápida e atender os usuários em isolamento (gestantes, pacientes de doença crônica, etc) que precisavam de atendimento e estavam impossibilitados de acessar o serviço de saúde”, finaliza Rafaela.

Ainda foram selecionadas as seguintes experiências:

Desafios e Estratégias para se manter a Imunização de usuários do Município de Cascavel-PR durante a Pandemia do Coronavírus (COVID-19).

Autores: Crislaine de Moura Castilhos; Izabel Cristina Carnaval Chitolina; Yasmin Dengo Lombardo.

Atuação de Unidade Saúde da Família durante pandemia de COVID-19 no seguimento materno infantil.

Autores: Pamela Bodaneze; Daniele Dondoni; Mirian Nara Lopes; Fernanda Cristina Mucelini.

Organização da assistência farmacêutica na Atenção Primária, no período de Emergência em Saúde Pública COVID-19.

Autores: Ali Hassan Haidar; Ivanilde Vaniski; Lindamar Gross Carvalho de Almeida; Marise Neumann Fin.

Uso de Planilha de Sistematização do cuidado no monitoramento dos casos de Covid-19, em Cascavel – Paraná.

Autores: Evelyn Farias dos Santos; Gilson Fernandes da Silva; Estefany Bahnert; Rafaela Zulmira de Oliveira Moraes.

A utilização das tecnologias de informação e comunicação (TIC) para atuação de Cirurgiões Dentistas e Residentes nas ações de combate a pandemia da Covid-19.

Autores: Luís Henrique Cerqueira Vila Verde; Pedro Henrique De Carli; Evelyn Farias dos Santos; Carina Caramarico; Chen Ju Hsu; Ingrid Viel de Farias; Barbara Vincenzi; Rubens Vizzoto Junior; Stefany Pedrotti; Renata Bordin; Luís Henrique Vila Verde; Matheus Chaves Veronezzi; Felipe Bastiani; Romario Welter; Luana Christ; Thiago Ziliani Francez; Rafela Zulmira de Moraes; Tatiane de Paul; Renata Paccini; Luciane Oliveira; Gilson Fernandes da Silva.

A rua como local de moradia frente à pandemia da COVID-19.

Autores: Eliane Terezinha Giacomelli; Terezinha Aparecida Campos; Irlete Aparecida Fabris Davantel; Tania Maria Rechia; João Carlos Moura; Munir Ali Mehanna; Janete Maria de Vargas; Rodrigo Cordeiro da Rosa; Claudemir Sehn; Mariza Clara Castilho Limberger Braga.

As tecnologias de informação e comunicação na execução das ações de educação permanente em saúde em tempos de pandemia de COVID-19.

Autores: Gilson Fernandes da Silva; Jocemara Salete Bertochi; Maria Cecília Ribeiro Bruning.

Novos desafios na orientação sobre o uso de Equipamento de Proteção Individual por profissionais da Atenção Primária em Saúde diante da pandemia de COVID-19.

Autores: Kelly Ribeiro Antunes; Rubia Keli Seiffert.

imagens
  • cascavel 2