Parceria entre prefeitura e Itaipu turbina malha cicloviária de Foz do Iguaçu

10/08/2020 - 14:08

O prefeito Chico Brasileiro (PSD) reforçou neste sábado, 8, que a parceria com a Itaipu Binacional vai além das obras de infraestrutura, emblematizada pela construção da segunda ponte sobre o Rio Paraná, e se estende em diversas áreas como saúde, meio ambiente, habitação, entre outras. Na Rádio Cultura, Brasileiro citou, como exemplo, a implantação da malha cicloviária de Foz do Iguaçu.

"Isso é o futuro, precisamos preparar a cidade e investir no transporte de bicicleta que tem tudo a ver com isso, preserva o meio ambiente, garante mais qualidade de vida à população, além de desafogar o trânsito" disse o prefeito ao destacar mais uma parceria com a binacional.

"Essa parceria que temos é de longa data, pois a Itaipu sempre esteve à frente de projetos de preservação do meio ambiente, de inovações em mobilidade urbana, e no desenvolvimento econômico e social da cidade", completa.

Interligação - O principal exemplo de trabalho em conjunto, segundo Chico Brasileiro, será a interligação da ciclovia e pista de caminhada na Avenida Tancredo Neves, trajeto de 4,8 quilômetros em construção pela Itaipu, com a ciclovia que a prefeitura vai implantar nas avenidas Tarquínio Joslin dos Santos e na Avenida Andradina. "Nesta Semana, assinei a homologação da ciclovia na Avenida Tarquínio Santos até o CTG Charrua, falta apenas alguns detalhes. A prefeitura está fazendo a sua parte ao interligar com essa que a Itaipu está fazendo".

O prefeito adianta que também será conectada a ciclovia da Avenida Andradina, outra que está na fase de projeto na Avenida Florindo Brol, transformando num grande complexo cicloviário na região norte de Foz do Iguaçu. "Assim, quando as pessoas quiserem ir a prainha ou ao centro vão poder ir de bicicleta", disse Brasileiro, confirmando a implantação de ciclofaixa projetada na Avenida Paraná em direção ao centro da cidade.

"Estamos projetando uma rede de ciclovias, integrando as regiões da cidade até a zona rural, incentivando até o cicloturismo", completou o prefeito.

A Itaipu Binacional está construindo uma ciclovia de 4,8 mil metros que vai circundar o trecho entre a BR-277 e as avenidas Garibaldi, Andradina e Paraná. A obra inclui ainda a construção de calçadas, drenagens, espaço para prática de caminhadas e iluminação complementar

Mais obras - A participação da Itaipu nas obras de infraestrutura em Foz Iguaçu é ampla e contempla investimentos de mais de R$ 600 milhões. A obra mais emblemática é a Ponte da Integração Brasil-Paraguai, entre Porto Meira e Presidente Franco. A construção começou em agosto de 2019 e deve ser concluída em 2022.

Também estão nesta lista a ampliação do aeroporto internacional, a conclusão do mercado municipal, uma série de melhorias de mobilidade, incluindo ciclovias, novo circuito turístico, modernização e ampliação do Hospital Costa Cavalcanti, com mais leitos para o SUS.

Somente para a ampliação da pista de pousos de decolagens do aeroporto serão investidos R$ 55,5 milhões. Na nova ponte, mais R$ 323,7 milhões, além de outros R$ 139,2 milhões para a construção da Perimetral Leste, que vai permitir o acesso de veículos que saem do Paraguai e Argentina à BR-277. A Itaipu também garantiu recursos para a duplicação da BR-469, a Rodovia das Cataratas.

"As obras que Itaipu financia em Foz do Iguaçu cumprem a missão da binacional, mas é preciso alguém como o general Joaquim Silva e Luna, com determinação e coragem para mudar padrões estabelecidos, interna e externamente à usina binacional, para fazer de fato uma 'nova Itaipu', que contribui firmemente com uma nova Foz do Iguaçu", completa Chico Brasileiro.

imagens
  • cascavel 2