Paraná é o Estado que mais gerou vagas de emprego na Região Sul

27/08/2018 - 15:36

O Paraná foi o Estado da Região Sul que mais criou vagas de emprego no mês de julho, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados neste mês pelo Ministério do Trabalho.

O Estado apresentou um saldo positivo de 2.485 postos de trabalho (o saldo é a diferença entre os admitidos e desligados), enquanto os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul tiveram saldo negativo, fechando 241 e 2.657 postos de trabalho, respectivamente.

Este desempenho coloca o Paraná como o sexto Estado que mais gerou vagas de emprego no Brasil em julho, e mostra uma recuperação em relação ao mês anterior com um aumento de 13,3% no total de admitidos no Estado, afetado principalmente pela greve dos caminhoneiros.

No acumulado do ano, o Paraná ocupa o quarto lugar no ranking nacional de geração de empregos. De janeiro a julho de 2018 foram criadas 34.601 vagas, o que coloca o Estado atrás somente de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Este é o melhor resultado desde 2014.

Entre os setores que mais contribuíram para essa recuperação estão a Construção Civil, com um saldo positivo de 1.252 novos postos de trabalho; Serviços, com 1.074; e o Comércio com 985.

DESTAQUE - O grande destaque do mês é a recuperação do setor da Construção Civil, que foi um dos mais afetados pela crise entre 2015 e 2016. “A recuperação deste setor é importante pois alavanca os demais setores da economia, como é o caso do setor de serviços, especialmente o de comércio e administração de imóveis que cresceu 17,8% em número de admissões”, disse Paulo Rossi, secretário especial do Trabalho e Relações com a Comunidade.

O destaque dos municípios fica com Curitiba que apresentou um saldo positivo de 1.306 novos postos de trabalho, e com isto ocupa o 7º lugar no ranking nacional de cidades que mais contrataram no mês de julho; e no acumulado do ano a Capital aparece em 4º lugar.

BRASIL – A geração de empregos formais no Brasil teve uma expansão no mês de julho com a abertura de 47.319 novos postos de trabalho. É o melhor resultado para o mês de julho dos últimos seis anos. A alta no emprego formal deste mês foi resultado de 1.219.187 admissões e 1.171.868 desligamentos.

imagens