Candidatura de Meirelles. E agora Requião?

02/04/2018 - 14:29

Ficou insustentável a permanência do senador Roberto Requião no MDB. O partido fará maior festa nesta terça-feira, 3, em Brasília, na filiação do engenheiro Henrique Meirelles. Atual ministro da Fazenda, Meirelles, o executivo do sistema financeiro será pré-candidato ao Palácio do Planalto.

Como candidato a presidente, Requião terá que fazer campanha para Meirelles senão sofrerá sanção partidária que pode ser a suspensão da filiação ou expulsão do MDB. O senador já tem três processos de expulsão no diretório nacional, parados graças à intervenção do ex-presidente José Sarney (MA) e do senador Renan Calheiros (AL).

Comumente, dia sim e outro também, Requião xinga e avacalha Meirelles."Não é possível que Temer não perceba que Meireles é fracasso, que política econômica está errada, que está destruindo a imagem do MDB. Para pagar juros absurdos, Meireles corta salários do povo e verbas para o desenvolvimento. Burrice inominável!. O governo anda fumando erva estragada", já disse Requião no twitter e da tribuna do Senado.

imagens