Lago Municipal começa a receber a estrutura olímpica mais moderna do Brasil

20/01/2020 - 13:11

“”Composto de material ecológico, píer de 36 m² e nove raias com mil boias têm aval e acompanhamento na montagem da Confederação Brasileira de Canoagem

Principal cartão-postal da cidade, o Lago Municipal de Cascavel também está prestes a se tornar o cenário nacional da canoagem, coroando o Município que já é exportador de atletas de alto rendimento como maior celeiro da modalidade. Isso porque a Prefeitura de Cascavel, por meio da FMEC (Fundação Municipal de Esporte e Cultura) iniciou hoje (15) a montagem da estrutura olímpica para o treinamento dos canoístas.

Fixa e composta por material ecológico, a estrutura contará com nove raias de mil metros e um píer de 36 m² adequado a paratletas e atletas de todas as idades e categorias. Adequada às normas da modalidade esportiva, a estrutura olímpica de Cascavel já é considerada pela Confederação Brasileira de Canoagem como a mais moderna do Brasil.

"Desconheço um Clube de Canoagem com tamanha estrutura no Brasil", disse o representante da CBCa, Valter de Oliveira, que está em Cascavel acompanhando a instalação dos equipamentos. Ele conta que "roda o Brasil visitando os núcleos e, raia olímpica fixa como a de Cascavel, só encontramos em algumas cidades da América Latina; as boias daqui se equiparam às da Europa, não temos boias semelhantes na América Latina. Em termos de estrutura, Cascavel é a primeira do Brasil a partir desta instalação, pois tivemos o cuidado inclusive ambiental, de instalar cabos livres de óleo industrial", detalhou.

O investimento foi pelo Município chega a pouco mais de R$ 129 mil. Valor que terá retorno imediato em visibilidade nacional e internacional para a cidade e, mais ainda, em recursos para a formação de novos atletas, segundo Sueli Vergutz, coordenadora do Clube Regatas Cascavel. "Não nos cabemos em alegria hoje (15), pois é um grande sonho sendo realizado, que foi idealizado por muitos corações.

Só temos a agradecer ao prefeito Paranhos, que muito apoiou esta conquista, que agora nos dará condições de treinamento mais adequado, além de atrair para Cascavel mais investimentos para o setor, além de provas nacionais e internacionais, que movimentam a economia local".

Seleção Brasileira pode treinar aqui

Segundo Sueli, com a estrutura montada no lago, a Seleção Brasileira Feminina de Canoagem já manifestou interesse de se instalar na nossa cidade. Com isso, receberá a contrapartida de materiais e equipamentos que proporcionarão ao clube atender mais crianças. "É um passo tão grande que estamos dando, que coloca a nossa cidade em evidência internacional", comemora Sueli, mãe da canoísta cascavelense Ana Paula Vergutz, um dos principais nomes da canoagem brasileira.

Benefícios da estrutura

O Clube Regatas Cascavel conta com atletas a partir de dez anos de idade, nas categorias infantil, menor, cadete, júnior, sênior e master. Com a instalação das raias com demarcação de mil metros, 500 metros e 200 metros, os atletas passam a ter excelentes condições de treinamento. "As raias representam a "demarcação da pista" para a competição e no treino, além da orientação do atleta, servem para cálculo do tempo de percurso, avaliar o rendimento e controlar melhor o treino. Com isso, treina-se melhor. Treinando melhor, certamente teremos resultados muito melhores", avalia Sueli.

Além da CBCa, bombeiros, representantes da empresa vencedora da licitação, canoístas do Clube Regatas Cascavel e a equipe da FMEC trabalham na instalação dos equipamentos. De acordo com o diretor da FMEC, Gustavo Brandão, a previsão é de concluir todo o serviço até meados da próxima semana, quando será definida da data de inauguração, provavelmente com alguma surpresa para a cidade. Como este é um ano olímpico, já estuda-se incluir Cascavel no calendário, inclusive de uma etapa do Paranaense de Canoagem, trazendo grandes nomes do esporte para a nossa cidade, sem interferir na qualidade da água ou nas condições dos peixes.

"A expectativa é excelente, pois tivemos o cuidado de adquirir um material dentro das normas técnicas , com durabilidade de pelo menos três décadas, biodegradáveis e com um valor que trará uma grande contrapartida para a cidade e região", finalizou Brandão.

imagens
  • cascavel 2