Parque Nacional do Iguaçu festeja seus 80 anos

08/01/2019 - 12:30

O Parque Nacional do Iguaçu celebra 80 anos de criação, nesta quinta-feira, 10 de janeiro, com bons resultados sustentáveis no universo ambiental e turístico da unidade de conservação. A população de onça-pintada, animal símbolo do parque, cresceu cerca de 70% nos últimos anos. Já a visitação turística, que colabora para o desenvolvimento da economia local e regional, atingiu em 2018 sua melhor marca de todos os tempos, cerca de 1 milhão e 900 mil visitantes.

Para comemorar estas duas importantes conquistas, o Parque Nacional do Iguaçu irá organizar, nesta quinta-feira, às 8 horas, uma festa exclusiva para todos os funcionários e convidados da unidade de conservação, no heliponto, localizado próximo ao Hotel das Cataratas, com visão especial das Cataratas do Iguaçu.

“Conseguimos potencializar os ganhos ambientais e melhorar a qualidade dos nossos serviços aos visitantes. O resultado é fruto de muito trabalho diário das pessoas que vivem o Parque Nacional do Iguaçu todos os dias. São os funcionários da Polícia Ambiental, da Cataratas S.A, do Macuco, do Hotel, de todas as concessionárias e do ICMBio. Todos juntos fazemos este resultado”, destacou Ivan Baptiston, chefe do Parque Nacional do Iguaçu.

Programação cultural – As atividades de comemoração serão concentradas no heliponto das 8h às 9h30 para os funcionários e das 10h30 às 12 horas para convidados. O chefe do Parque Nacional do Iguaçu, Ivan Baptiston, fará a abertura das atividades comemorativas.

O acordeonista Tiago Rossato, talento musical da fronteira e uma das referências da Gaita Ponto no Brasil, fará um show envolvente com sua banda para os trabalhadores da unidade. Já a violinista Maryanne Francescon e a acordeonista Moara Pessatti, da dupla Duo Dalia, farão um passeio musical, em frente às Cataratas do Iguaçu, no ritmo do acordeão e do violino.

HORÁRIO ESPECIAL DE ABERTURA DO PARQUE – O Parque Nacional do Iguaçu abrirá na quinta-feira, 10 de janeiro, um pouco mais tarde, às 10h30, e fechará os serviços de visitação turística às 18 horas.

A mudança no horário de atendimento ocorrerá em função da participação dos funcionários nas comemorações dos 80 anos do parque. Todas as atividades oferecidas aos turistas serão mantidas normalmente a partir das 10h30 até às 18 horas.

SAUDAÇÃO AOS VISITANTES – Os turistas serão recepcionados com música clássica durante toda a manhã da quinta-feira, 10 de janeiro. O grupo Energia Pura fará uma apresentação exclusiva mesclando clássicos, tango, pop clássico, música latina e rock.

BOSQUE – Na quinta-feira, no período da tarde, será inaugurado o Bosque Memórias Vivas, próximo à Trilha das Cataratas. Os trabalhadores com mais de dez anos de atividades prestadas ao Parque Nacional do Iguaçu serão convidados a plantar mudas nativas.

UM POUCO DE HISTÓRIA

Parque Nacional do Iguaçu é uma área protegida brasileira, do grupo das Unidades de Conservação. Está localizado na região Extremo Oeste Paranaense, a 17 km do centro da cidade de Foz do Iguaçu e a apenas 5 km do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. O Parque Nacional tem uma área total de 169695,88 há, e nele se encontra um dos mais espetaculares conjuntos de cataratas da Terra, as Cataratas do Iguaçu. É administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Também é um dos poucos locais de conservação da Mata Atlântica, que antes cobria mais de 1,3 milhão de km² e hoje está reduzida a apenas 7,3% desse total. Dentro do bioma da Mata Atlântica, o parque conserva um dos maiores trechos da vegetação original da ecorregião da Floresta Atlântica do Alto Paraná, hoje reduzida a menos 5 % de sua cobertura original, no Brasil[2]. O que restou encontra-se, atualmente, em pequenas áreas isoladas, dentre elas as chamadas Unidades de Conservação. Até a década de 1950, a região oeste paranaense mantinha-se bem preservado ambientalmente, a partir daí, o processo mais intenso de devastação foi isolando o Parque Nacional do Iguaçu. Em 1980, este já estava praticamente isolado, em situação similar ocorrida à região da Serra do Mar, no litoral paranaense. (Fonte: Fundação SOS Mata Atlântica)

Quanto a biodiversidade de fauna, presentemente foram registradas 257 espécies de borboletas, porém estima-se que existam cerca de 800, mamíferos foram catalogados 45, anfíbios 12, serpentes 41, lagartos 8, peixes 18 e 200 espécies de aves (IBAMA). No Brasil, o Parque Natural confina com 14 municípios: de Foz do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Céu Azul, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Santa Tereza do Oeste, Capitão Leônidas Marques, Capanema e Serranópolis do Iguaçu.

O Parque Nacional do Iguaçu foi efetivamente criado em 10 de janeiro de 1939, através do Decreto-Lei nº 1.035 do então Presidente da República, Getúlio Vargas. Em 17 de Novembro de 1986, recebeu a distinção, concedida pela UNESCO, de Patrimônio Natural da Humanidade. O parque teve seu primeiro Plano de Manejo elaborado em 1981, tendo sido revisado somente no ano de 1999. O parque protege toda a bacia do rio Floriano, um dos afluentes do Rio Iguaçu, uma raridade na Região Sul do Brasil pela qualidade da água, cujas nascentes ficam próximas à rodovia BR-277, entre Céu Azul e Santa Terezinha de Itaipu. As Cataratas do Iguaçu, junto com a Floresta Amazônica, são uma das 28 finalistas da campanha mundial de escolha das sete maravilhas naturais do mundo, organizada pela Fundação New 7 Wonders e que deve durar até 2011 quando deve ser atingido o número de 1 bilhão de votos. Pela internet é possível votar através da página oficial da Fundação New 7 Wonders.

Serviço:

Aniversário de 80 anos do Parque Nacional do Iguaçu

Data: 10 de janeiro de 2019 (quinta-feira)

Comemoração exclusiva para funcionários do parque: 8 às 9h30

Ato simbólico para convidados: 10h30 às 12 horas

Funcionamento do parque para visitação: das 10h30 às 18h

Mais informações

(45) 3521-4400

contato@catarataspni.com.br

Passarela da Garganta do Diabo, no parque brasileiro, de onde se tem uma vista panorâmica das Cataratas do Iguaçu.

 
imagens