Sábado, 27 de Novembro de 2021
(45) 99981-0457
Geral Paraná

Sanepar e grandes empresas nacionais firmam pacto de ações de conservação da água

Documento visa a execução de ações corporativas individuais e em parceria na busca da conservação dos recursos hídricos para abastecimento público,...

15/10/2021 19h00
Por: Redação Fonte: Secom Paraná
© José Fernando Ogura/AEN
© José Fernando Ogura/AEN

O diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, e altos executivos (CEOs) de mais 17 grandes empresas, que estão entre as maiores do País, firmaram um pacto que estabelece ações corporativas individuais e em parceria na busca da conservação dos recursos hídricos para abastecimento público, uso energético e industrial. Odocumento, chamado de Pacto pela Resiliência Hídrica e Energética, é resultado de um debate promovido nesta sexta-feira (15) por uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU), Rede Brasil do Pacto Global, que atua no País com projetos dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

No debate, Stabile apresentou medidas adotadas pela Companhia no enfrentamento da escassez hídrica, a mais grave nos últimos 90 anos e que afeta o abastecimento de água na Região Metropolitana de Curitiba. Além do rodízio, houve a antecipação de obras e o grande engajamento da população no uso racional e consciente da água.

O presidente da Sanepar referiu-se ao movimento Viva Água, que está sendo desenvolvido em parceria com a Fundação Grupo O Boticário e outras entidades na preservação ambiental na Bacia Hidrográfica do Miringuava, onde a Companhia está construindo uma barragem, em São José dos Pinhais. “Também estamos trabalhando no projeto Reserva Hídrica do Iguaçu, que irá recuperar lagoas numa extensão de 150 quilômetros entre a Serra do Mar e o Porto Amazonas. É uma obra com visão de futuro que deixa um legado para as próximas gerações”.

VIVA ÁGUA- O diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky, disse que o projeto Viva Água atua com as comunidades que sofrem o impacto da construção da barragem. A Sanepar está intensificando o trabalho na área do reservatório junto às comunidades e com a conservação de 960 hectares, que darão início a um corredor de biodiversidade entre a Bacia do Miringuava até o Parque Nacional de Guaricana.

“Este modelo de preservação que estamos construindo no entorno da barragem em construção será adotado pela Sanepar em seus empreendimentos futuros, com benefícios ambientais para a própria Companhia, com a melhoria da qualidade da água, e de toda a sociedade”, disse Stabile.

Além do diretor da Sanepar, assinam o documento executivos da Petrobras, Banco do Brasil, Grupo Boticário, Copasa, Klabin, Votorantin Energia, Itaipu, Coca-Cola América Latina, Sanasa, Braskem, Schneider Electric, Enel Brasil, Aegea Saneamento, Saneago, Cervejaria Ambev, Siemens do Brasil e Falconi.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias