Terça, 22 de Junho de 2021
(45) 99981-0457
Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão aprova projeto que determina atendimento prioritário no SUS para mulher vítima de violência doméstica

Pela proposta, as vítimas também terão preferência na realização de cirurgias plásticas reconstrutoras

10/06/2021 11h30
Por: Redação Fonte: Agência Câmara de Notícias
Deputado Luiz Lima, relator do projeto de lei - (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados)
Deputado Luiz Lima, relator do projeto de lei - (Foto: Gustavo Sales/Câmara dos Deputados)

A Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou, na quarta-feira (9), o Projeto de Lei 2737/19, que determina o atendimento prioritário às mulheres em situação de violência doméstica e familiar no Sistema Único de Saúde (SUS) e no Sistema Único de Segurança Pública (Susp).

Pela proposta do deputado André Ferreira (PSC-PE), essas mulheres também terão preferência na realização de cirurgias plásticas reconstrutoras entre casos de mesma gravidade.

O texto altera a Lei Maria da Penha e a Lei 13.239/15, que trata de cirurgias plásticas reparadoras de sequelas de lesões causadas por atos de violência contra a mulher.

Violência sexual
O parecer do relator, deputado Luiz Lima (PSL-RJ), foi pela aprovação do projeto, com emenda suprimindo dispositivo do texto que previa que a assistência prioritária incluiria os serviços de contracepção de emergência, a profilaxia das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids) e outros procedimentos médicos necessários e cabíveis nos casos de violência sexual.

Conforme o relator, o projeto "já deixa claro que as mulheres em situação de violência receberão atendimento prioritário, e não faz sentido repetir a disposição". Lima ressaltou que a prioridade no atendimento "pode fazer grande diferença".

Tramitação
Já aprovado pela Comissão dos Direitos da Mulher, o projeto segue para análise em caráter conclusivo da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias