Sábado, 31 de Julho de 2021
(45) 99981-0457
Cascavel Fiscalização

Mais de cem vistorias foram feitas por fiscais em estabelecimentos no fim de semana, em Cascavel

Um estabelecimento foi interditado, cinco notificados a encerrar as atividades e uma festa clandestina parada pela Polícia Militar e Guarda Municipal

14/06/2021 15h12
Por: Redação Fonte: Assessoria Cascavel
Foto: Divulgação/Assessoria Cascavel
Foto: Divulgação/Assessoria Cascavel

As equipes que participaram das fiscalizações no fim de semana fizeram 115 vistorias em estabelecimentos comerciais como bares, restaurantes, tabacarias, mercearias e supermercados. A operação para combater o desrespeito às regras sanitárias de enfrentamento à pandemia de Covid-19 teve a participação de fiscais da Vigilância Sanitária, Setor de Alvará, servidores voluntários e apoio de outros órgãos como a Guarda Municipal e Polícia Militar.

Além dos estabelecimentos, as equipes também atenderam denúncias de festas clandestinas. Houve orientação em festas de aniversários, mas em um evento clandestino que acontecia em uma chácara às margens da BR-369 foi preciso uma intervenção maior dos fiscais e da Polícia Militar. Além do evento irregular, armas e drogas foram encontradas.

Na chácara, onde estavam cerca de 150 pessoas, a intervenção foi comandada pela Polícia Militar com apoio da Guarda Municipal e equipes administrativas da Prefeitura de Cascavel. Quatro pessoas acabaram detidas em flagrante, quatro responderão termo circunstanciado e os proprietários do espaço foram responsabilizados.

Durante o fim de semana, a Vigilância Sanitária emitiu autos de infração para 24 estabelecimentos. A medida se transformará em processos administrativos e o empresário poderá recorrer da decisão. Cinco estabelecimentos foram notificados para encerrar as atividades imediatamente. Na noite do dia 12, uma tabacaria foi interditada no Centro da cidade.

A diretora de Vigilância em Saúde, Rozane Campiol, informou que um grande percentual de denúncias não configura em autuações, mas é importante a participação da sociedade denunciando e, também, evitando frequentar locais que não cumprem os decretos de combate à pandemia. “Não existe força tarefa no mundo que consiga fiscalizar todos ao mesmo tempo, por isso acredito que será muito importante uma participação da população fazendo distanciamento e evitando aglomerações”.

O coordenador do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Pandemia da Covid-19, Thiago Stefanello, diz que é necessária a conscientização da população, que tem papel fundamental no combate à pandemia. “Incrível como estamos há mais de um ano falando, repetindo, implorando para que sigam as normas sanitárias, mas os mesmos erros se repetem dia após dia. Por isso, mais do que nunca cada um deve estar ciente de sua responsabilidade. Os governos ampliaram todos os leitos possíveis, divulgaram imensamente as medidas de prevenção e estamos tentando fiscalizar o que é possível. Mas nada, nada mesmo, pode substituir a consciência e a vontade de cada um”, enfatiza Stefanello.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias