Quinta, 05 de Agosto de 2021
(45) 99981-0457
Cascavel Segurança

Reunião discute solução para fios soltos na rua

Encontro teve a participação de diversas secretarias municipais, Transitar, Bombeiros , Copel e operadoras de telecomunicação

01/07/2021 20h00
Por: Redação Fonte: Assessoria Cascavel
Foto: Divulgação/Assessoria Cascavel
Foto: Divulgação/Assessoria Cascavel

Você com certeza, andando pelas ruas de Cascavel, já viu algum cabo da rede de telecomunicação caído  no chão,  pendurado ou em uma   altura irregular.

Esse problema motivou a realização de uma reunião de trabalho, na tarde de hoje (1),  entre as Secretarias de Planejamento e Gestão, Finanças, Transitar, Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros,  Copel, Câmara de Vereadores e as 29 operadoras que atuam no Município.

“Há bastante tempo recebemos reclamações e  registros de acidentes, inclusive com vítima fatal em decorrência de cabos rompidos, caídos em via pública. A pedido do prefeito Paranhos convidamos todas as operadoras e a Copel para discutirmos uma forma de resolver este problema, de forma a tornar nossas vias mais seguras e a nossa cidade mais bonita, sem o emaranhado de fios e cabos que muitas vezes presenciamos nos postes de energia elétrica”, disse o secretário de planejamento, Edson Zorek.

O Vereador Valdecir Alcântara, que participou da reunião  junto com os vereadores Cidão da Telepar, Beth Leal e professor Santello,  disse que no ano passado foi aprovada a lei 7.110, que dispõe sobre a obrigatoriedade da Copel em atender as normas técnicas aplicáveis à ocupação do espaço público, promover a retirada dos fios inutilizados nos postes , notificar as empresas que utilizam estes espaços como suporte de seus cabeamentos nas vias públicas” . “Este é um assunto que requer atenção. Recebemos muitas denúncias na Câmara e  esta reunião foi significativa para aproximar a Copel dos provedores regionais. Tivemos a preocupação com a preservação da vida e não apenas com a estética da rede de energia”, afirmou.

Paulo Roberto Nachtygal, gerente do departamento de Serviços da  Copel,  falou da seriedade do problema existente nas ruas de Cascavel em relação ao cabeamento  e ocupação  em postes da Companhia. “Essa ocupação, ao longo do tempo, acabou tendo uma tratativa não ideal dentro das normativas existentes pro setor, mas estamos agora começando uma nova tratativa com poder público, Copel e operadoras para que se construa soluções para a melhoria da utilização de forma que torne estas vias mais seguras”

Durante a reunião foram apresentadas sugestões para a solução do problema como a criação de canais de comunicação entre as operadoras, Copel, Prefeitura e a população. A Companhia de Energia já  colocou a disposição da população o telefone 0800 51 00116, o site da empresa e a agora uma interação maior com o serviço 156 do Município para que  a população possa fazer denúncias  e reclamações da existência de fios caídos, rompidos ou em uma altura bem abaixo do estipulado pelas normas de segurança.

Cristiano Gomes, que representa a empresa Conecta BR Sistemas de Comunicação, participou do encontro e apresentou sugestões para o problema .“A reunião foi significativa para aproximar a Copel dos provedores regionais.  Viu-se a preocupação com a vida. Agora não vemos concorrentes, mas sim a união de todas  das operadoras em prol  da vida e a regularização dos cabos vai salvar vidas”.

Para Tiago Machado, da empresa TIM, “esta linha de comunicação criada vai melhorar o bem estar da população e facilitar o nosso trabalho”.

Ficou definido que dentro de sessenta dias, o grupo voltará a se reunir para  discutir as ações colocadas em prática pelas operadoras e Copel. “Saímos daqui também com o compromisso das empresas de fazer uma limpeza nestes cabo sem uso. A  secretaria de obras vai identificar as ruas principais para termos um ponto de partida para este trabalho. Começaremos, assim a limpeza dos

cabos não utilizados. A população pode participar informando onde tem o problema.  Nosso objetivo é salvar vidas e ter uma cidade mas bonita e organizada.  A Copel vai  continuar e intensificar a fiscalização em cima das empresas que usam este espaço público”. 

Canais para  denúncias e reclamações: 

Prefeitura telefone- 156

 Copel: 0800 5100116

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias